A TENTAÇÃO DE CRISTO

Mateus 4

A tentação de Jesus (Mc 1.12,13; Lc 4.1-13

1Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo Diabo.
2E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome.

3Chegando, então, o tentador, disse-lhe: Se tu és Filho de Deus manda que estas pedras se tornem em pães.

4Mas Jesus lhe respondeu: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus.

5Então o Diabo o levou à cidade santa, colocou-o sobre o pináculo do templo,

6e disse-lhe: Se tu és Filho de Deus, lança-te daqui abaixo; porque está escrito: Aos seus anjos dará ordens a teu respeito; e: eles te susterão nas mãos, para que nunca tropeces em alguma pedra.

7Replicou-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus.

8Novamente o Diabo o levou a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles;

9e disse-lhe: Tudo isto te darei, se, prostrado, me adorares.

10Então ordenou-lhe Jesus: Vai-te, Satanás; porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás.

11Então o Diabo o deixou; e eis que vieram os anjos e o serviram.

——————————————————————————-

JESUS FOI CONDUZIDO PELO ESPÍRITO

O texto parece nos informar que a tentação de Cristo era uma etapa necessária para que Jesus começasse o seu ministério. Jesus foi conduzido pelo Espírito Santo para que pudesse ficar a disposição do Diabo, ou melhor dizendo, da tentação do Diabo. Jesus teve ataque nas três esferas antropológica: o corpo, a alma e o espírito. Jesus foi provavelmente teleportado ao deserto para ser tentado pelo Diabo, mas também pode ser que Jesus tenha sido dirigido pelo Espírito Santo para passar por aquela provação.

JESUS TEVE FOME

O primeiro ponto de ataque de Satanás foi visando suprir uma necessidade física de Jesus, pois Jesus acabará de concluir uma consagração a Deus que requereu dele a abstinência de 40 dias de alimentos. O fato do texto dizer que Jesus teve fome em vez de sede sugere que JESUS fez jejum se abstendo de alimentos sólidos e que ingeria água. Mas é provável que o jejum de Cristo tenha sido total, sabemos que humanamente o corpo não agüenta tanto tempo sem água, mas quando a pessoa esta em um estado de elevação espiritual ou em transe, ela passa para uma esfera sobrehumana e estas necessidades são supridas pelo espírito.

A PESSOA DO DIABO

O Diabo não é apenas uma representação simbólica do Mal, ele é uma entidade inteligente que desenvolve raciocínio e com percepção do mundo que o cerca processa informações e toma decisões segundo a oportunidade que lhe aparece a sua frente. Se Jesus estava com fome, o ideal seria começar uma conversa sobre o assunto da fome que Jesus estava sentindo e o Diabo propôs uma solução mágica, instantânea, usando o poder sobrenatural, o Diabo sugeriu que JESUS usasse seu poder espiritual para suprir suas necessidades.

Talvez o Diabo tenta seduzir cristãos com os dons da ciência (revelação) para que obtenha os números da LOTERIA para ganhar prêmios fabulosos e resolvam seus problemas particulares. O Diabo propôs a Jesus uma saída imoral e ilegal para resolver seus problemas materiais e físicos. Aqui reside o primeiro tipo de tentação diabólica, uma solução diabólica para os seus problemas. O Diabo propôs a Jesus para que este simplesmente transformasse pedras em alimento, fizesse o milagre da transubstanciação.

Outra forma do Diabo agir é sugerir que o servo de Deus use os dons espirituais para cuidar de si mesmo, aqui vemos como o Diabo leva alguns pregadores do evangelho que tem o dom de pregar a fazer disso um meio para enriquecerem, muitos pregadores evangélicos vivem com tal luxo que os papas da Idade Média, viraram mendigos pertos destes imperadores que fazem de suas denominações verdadeiras empresas com alta arrecadação e faturando alto, enquanto no campo missionário se gasta um dinheiro ínfimo.

Não devemos ficar preocupados com as Organizações Globo, devemos ficar preocupados como o Diabo esta trabalhando nos crentes, os levando a fazerem do Evangelho um método de arrecadar dinheiro como ocorre na Igreja Universal do Reino de Deus, dinheiro que depois é transferido para a Rede Record, e sobre pretexto que é para obra de Deus, satisfaz muito mais o Diabo do que a Globo.

A tentação de Cristo mostra que para o Diabo é mais importante desviar um cristão do caminho certo do que cuidar dos ímpios que já estão submetidos a sua vontade.

O DIABO DONO DO MUNDO

O Diabo oferece a Jesus os reinos deste mundo, o Diabo disse que tudo é dele e ele dar aquém quiser. Em nenhum momento Jesus contestou esta afirmação do Diabo, isso porque ele tem mesmo o poder sobre a Terra, este poder ele conseguiu quando convenceu Adão e Eva a seguirem seus conselhos de comer o fruto da árvore do Bem e do Mal, ali houve uma aliança entre Satanás e a humanidade, representada por Adão e Eva. Desde os primórdios do mundo que este domínio do Diabo sobre a Terra tem sido o motivo das perturbações atmosféricas, climáticas, na destruição da fauna e da flora, e principalmente no sofrimento humano por meio das guerras, doenças e pelo maior poder do Diabo sobre os homens: A MORTE.

O Diabo tem influenciado todos os setores da vida humana, seja a política, a educação, a família, as relações de trabalho, a religião e por isso o mundo convulsiona como um paciente prestes a morrer. O Diabo domina o planeta e o seu ódio contra Deus é tamanho que o seu desejo era destruir de uma vez por todas a Terra, obra especial de Deus, e isso só não acontece porque Deus não permite que seu domínio seja ilimitado.

O Diabo nunca fez uma oferta tão grande para alguém como ele fez para Jesus, o Diabo abriu mão do domínio da Terra, desde que o Filho de Deus largasse a missão de salvar o mundo. No livro do Apocalipse capítulo 13, vemos o Diabo se relacionando com duas Bestas, e a Primeira Besta parece ser o homem que no futuro receberá de Satanás o poder para dominar a Terra, será um governador Universal do Planeta. Alguém que fará um pacto especial com o Diabo semelhante a este que o Diabo quis fazer com Jesus.

SOMENTE A DEUS SERVIRÁS E SOMENTE A ELE ADORARÁS

O principio de todos os pecados e o mais grave deles é a idolatria. O objetivo perseguido pelo Diabo desde o princípio é a adoração, ser o alvo das atenções e ter os anjos e os homens sob o seu domínio. Todos nós nascemos com uma tendência a querer ser reconhecido e admirado, isso é uma semente do mal, porque formos criados para adorar a Deus. Toda honra e toda glória seja dada a Deus. Quando Satanás tentou submeter Jesus a adora-lo, mediante suborno, e o suborno era alto, era o governo do planeta Terra, Jesus recusou adora-lo e o Mestre deixou claro as razões porque não iria adora-lo: SÓ DEUS É DIGNO DE ADORAÇÃO.

Ao longo da história Satanás tem tentado afastar do homem este ideal monoteísta de adorar o único Deus, nada deixa Satanás mais feliz do que alguém adora-lo, mas ele tem recorrido a milhares de personagens mitológicos, folclóricos e religiosos para alcançar seu intento. Não resta dúvida que, quando uma pessoa presta adoração e invoca em orações qualquer criatura real ou imaginária que não seja DEUS, esta pessoa esta cometendo o pecado de idolatria e conseqüentemente esta adorando Satanás através de um dos seus milhares de disfarces.

Uma das coisas que o Diabo mais gosta é a adoração aberta, em diversas culturas, como na Umbanda, Quimbada e Candomblé, o Diabo se manifesta através de personagens folclóricos chamados de Zé Pilintra, Exu, Preto Velho, Pomba Gira e outras figurinhas destes cultos. Estas cerimônias muitas vezes são violentas com sacrifícios de animais e com demonstração clara que são espíritos contrários a Deus O Diabo ama estes tipos de cultos, bem como as Missas Negras e outros rituais satânicos. Quando o Diabo se manifestou para Jesus ele queria uma comunhão completa com Cristo, uma relação aberta, da forma que mais agrada o Diabo, quando a pessoa sabe que esta adorando um espírito do Mal.

O DIABO USA A BÍBLIA (A PALAVRA DE DEUS)

Satanás vendo que trazer Jesus para seu lado jogando abertamente com ele estava se tornando algo impossível, ele recorreu ao seu mais esplendido golpe, interpretar falsamente a Palavra de Deus. Graças a este truque o Diabo já havia seduzido um terço dos anjos do céu, e depois tomando a palavra que Deus havia falado com Adão, deturpou-a não somente no seu sentido como também citando- de forma distorcida. O plano funcionou duas vezes em momentos importantes da história do universo.

Agora diante de Jesus o Diabo tinha outra chance de levar o Messias a falhar, ele não poderia fazer Deus pecar, mas ele capaz de derrotar o homem Jesus. Enquanto Deus, a pessoa de Jesus era invencível, mas como homem ele estava sujeito as mesmas fraquezas do que nós e limitado em inteligência e sabedoria. Sabendo disso, Satanás sugeriu que Jesus usasse os poderes paranormais dele para fazer demonstrações publicas de poder com a finalidade pura e simples de se auto promover. Assim como o faz o Israelense Uri Gueller, o Diabo queria que Jesus pecasse por se auto promover com demonstração de poder sobrenatural, e para induzi-lo a erro, o Diabo ainda disse que Jesus teria apoio divino em fazer isso, porque Deus iria enviar anjos para protege-lo, como esta escrito no Salmos 91 em que diz que Deus enviaria anjos para que seus pés não tropecem em pedra alguma.

Jesus mostrou que tinha estava preparado como homem para enfrentar o Diabo e isso ele demonstrou pelo perfeito conhecimento da teologia bíblica e imediatamente o Senhor refutou o Adversário também citando as Escrituras no trecho que diz: “Não tentarás ao Senhor teu Deus.” Vemos milhões de pessoas professando o cristianismo e nem se quer levam a Bíblia para o culto, mas pior do que isso, não têm habilidade alguma em usar as Escrituras, e mais ainda seus lideres são pregadores de textos selecionados, só pregam em cima de versículos de bênçãos e maravilhas, não ensinando toda a Palavra de Deus, não se exorta a vida santa e pura afastada dos prazeres do mundo e da carne, não se exorta ao combate ao Diabo, sendo este relegado a figura medieval (nada melhor para o inimigo) e finalmente a igreja esta se tornando uma sociedade humanista e pregações sobre o inferno se tornaram obsoletas e consideradas inconvenientes.

O profeta Oséias disse pelo Espírito de Deus: “O meu povo esta sendo destruído porque lhe faltou o conhecimento.”

O DIABO AUSENTOU-SE POR UM POUCO DE TEMPO

No curso da vida de Cristo, o Diabo alternava momentos de grande aproximação como no inicio do seu ministério como estamos meditando no trecho sobre a tentação de Cristo, mas com certeza em outros momento o Diabo também tentou o Senhor, como a vez que levou Pedro a dizer que ele jamais deixaria Jesus morrer, e Pedro ainda sem compreender direito o plano de Deus achava que estava demonstrando amor a Deus, quando na verdade estava sendo usado pelo diabo, Jesus imediatamente repreendeu Satanás que estava inspirando Pedro a falar que iria impedir o plano divino da salvação mediante a morte expiatória de Cristo na cruz.

Na vida dos cristãos o Diabo também alterna momentos de tentação e momentos em que se afasta por um certo tempo, o Diabo sabe que a variação de táticas na batalha espiritual, pode levar o crente a relaxar quando as coisas vão em bem em sua vida, ou pode vencer o servo de Deus pela sufocação e tribulações. Alem do mais a variação de tentações pode levar o cristão a confundir-se e pensar que a tranquilidade é benção, quando na verdade esta sendo seduzido e no caso de tentações escancaradas pode despertar o cristão a ficar ainda mais fervoroso e fiel a Deus.